quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Nação Ijexá - História # 1: África

O reino Ijexá foi fundado em 1500. Ilexá é a maior cidade e a capital do Estado histórico de Ijexá na Nigéria. Localizada no oeste desse país africano, foi governada por um monarca tendo o título do Owa Obokun Adimula de Ijexá. O Estado de Ijexá é constituído pela própria cidade de Ilexá e cerca de 200 cidades e aldeias periféricas, sendo as mais populosas, além da capital, Ipetu-Ijesa, Ibokun de Esa-Oke e Ijebu-Jesa, que possuem entre 100 mil e 120 mil habitantes.
Ijexá é o termo usado para definir o povo deste estado e de parte do atual Estado de Oxum da Nigéria. A cidade de Ilexá localiza-se na interseção de Ilê-Ifé, Oxogbo e Akure. É uma das mais tradicionais da história do povo iorubá, já chegou a ser a capital do reino de Oyó, nos tempos do império. As tradições de fundação de Ilexá, como um dos reinos mais importantes da região de ijexaland surge de uma migração dinástica de Ilê-Ifé, o centro sagrado da religião iorubá. A versão padrão de tradição entre os ijexás, diz que a origem deste povo vem de um jovem, filho de Oduduwa, chamado Obokun. O povo se autodenomina como Omo Obokun, filhos de Obokun.
A história conta que Obokun, era o filho mais novo de Oduduwa. Ele se ofereceu para ir buscar água no mar para curar a cegueira do pai. Em seu retorno ele foi informado que seu pai estava morto, e ele pediu sua parte na herança. Foi lhe dito que todas as heranças, incluindo coroas, foram dadas à seus irmãos mais velhos. E para ele ficou apenas uma espada, Ida Ajasegun (espada da conquista) com a qual Obokun se tornou um grande guerreiro e inicio seu patrimônio em Ijexá.
Ogedengbe Obanla
Uma outra história diz que o local da cidade já estava ocupado por assentamentos dispersos por uma população nativa conhecida como Okesa, cujo líder é considerado como antepassado de Ogedengbe Obanla de Ijexaland, um líder guerreiro que morreu em 1910. Em 1817, uma longa série de guerras civis (kiriji) começou no Império de Oió, há época em que Ilexá era a capital. Centenas de pessoas morreram nessas guerras que duraram até 1893, quando a Inglaterra interveio, mas o Império já havia se desintegrado completamente. A cidade possui um memorial para Ogedengbe Obanla por seu vital papel como líder durante essas guerras, pois ele teria impedido que Ijexá e outras cidades fossem conquistadas e dominadas por Ibadan e outras regiões poderosas.
Das cidades e aldeias desta região da Nigéria, Ilexá é a maior, com uma população de mais de 120 mil habitantes nos dias de hoje; é um centro agrícola e comercial, cujos principais produtos são: o cacau, noz de cola, óleo de palma e inhame. Ilexá possui 18 escolas secundárias e também uma Faculdade Estadual de Educação, e tem um grau de unidade cultural e linguística que se distingue dos outros povos. A cidade tem rede de estradas que contribui para o sistema de esferas comerciais que ativa a distribuição de produtos dentro e fora da região.
Ilexá, antigamente, foi um centro de comércio de caravana, hoje possui atividades agrícolas, comerciais e de processamento. A cidade fica situada numa região de produção de cacau, noz-de-cola, produtos da palma e inhames. Ouro também é encontrado e extraído.


_______________________________________

Referências:
www.ogedengbe.com
www.xangosol.com.br

3 comentários:

  1. Parabéns, Hendrix.
    Gostei muito do teu blog, visitarei mais vezes.

    Abraço!
    Willian de Venâncio Aires.

    ResponderExcluir
  2. PARABÉNS PELO MAGNIFICO TRABALHO DE PESQUISA E DIVULGAÇÃO DESSA CULTURA QUE FAZ PARTE DE NOSSA HISTORIA TAMBEM, ASÉ, A TODOS DOS IRMÃO DO SUL.

    RANGEL - OBÁ DE XANGO

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...